Prazo máximo de crédito pode variar

corretores de casas para alugar em presidente prudente

Antigamente, os bancos trabalhavam com financiamentos de, no máximo, 30 anos, como destacam as imobiliárias. Hoje, já é possível encontrar bancos como Santander e Caixa que trabalham com até 35 anos para pagar.

A opção por um financiamento de prazo mais longo pode ser boa alternativa para reduzir o valor das prestações e facilitar o enquadramento do orçamento familiar nas exigências dos bancos quanto ao comprometimento da renda com o pagamento das prestações.

Obviamente, isso aumentará o valor total a pagar ao banco ao longo do contrato e acabará encarecendo ainda mais o imóvel. Mas é uma opção válida para quem não tem renda suficiente para fazer um financiamento por prazos mais curtos.

Alguns bancos, como o Banco do Brasil, anunciam para o público que oferecem 30 anos de prazo. Entretanto, na hora de assinar o contrato, depois de uma longa análise, aprovam apenas 25 anos.

Há também um detalhe importante relacionado ao prazo do financiamento que é a idade da pessoa que irá pleitear o financiamento. A Caixa, por exemplo, estabelece um limite que determinará a quantidade de prestações que será financiado. Assim, quanto mais velha for a pessoa, menor será o prazo máximo de financiamento que a Caixa irá liberar e embora ela trabalhe com até 420 meses, a idade poderá limitar este prazo.